piquenique

piquenique
na Tapada de Mafra

Almoço na Aroeira

Almoço na Aroeira
Hélia e Milú

domingo, 3 de outubro de 2010

Vila Velha de Ródão


Castelo de Vila Velha de Ródão

Portas do Ródão


Passeio de barco no Rio Tejo


Vila Velha de Ródão é uma vila no distrito de Castelo Branco, região Centro e sub-região da Beira Interior Sul. Atravessada pelo bonito Rio Tejo , desde cedo firmou a sua influência como meio de subsistência e comunicação. Foi esta vila que eu visitei pela 1ª vez a semana passada. Depois de uma viagem muito agradável de comboio ao longo do Rio Tejo, durante a qual pude observar uma paisagem maravilhosa, desci na estação de Castelo Branco e de autocarro cheguei a Vila Velha do Ródão, situada a poucos quilómetros.
As origens de Vila Velha do Ródão perdem-se no tempo, sabendo-se que o homem já habitava estes territórios bem antes da criação da Nacionalidade Portuguesa. Vila Velha do Ródão era mesmo um ponto estratégico de delimitações de fronteiras cristãs face aos muçulmanos, e na garantia da liberdade de navegação do Tejo, como se pode constatar pela construção do Castelo da vila.
No século XII parte deste território foi entregue à Ordem do Templo que durante séculos geriu a zona.
Durante séculos o concelho de Vila Velha de Ródão teve uma feição maioritariamente rural, mas durante a segunda metade do século XX foram criadas e desenvolvidas diversas unidades industriais, alterando a paisagem e a realidade arquitectónica, cultural e humana.
Não obstante, Vila Velha do Ródão está situada num local de grande beleza natural, como é visível do seu Castelo e das fantásticas Portas do Ródão, provavelmente o local mais interessante do concelho, de onde se avistam panoramas maravilhosos. As Portas de Ródão são uma formação geológica resultante da intersecção do duro relevo quartzítico da Serra das Talhadas com o curso do rio Tejo. Neste local há um estreitamento do vale, que aqui corre entre duas paredes escarpadas, que atingem cerca de 170 m de altura, fazendo lembrar duas "portas", uma a norte no distrito de Castelo Branco, Beira Baixa, e outra a sul no concelho de Nisa, distrito de Portalegre, Alto Alentejo. De destacar são os recursos naturais da região, como os providos pelas Barragens de Fratel (no rio Tejo) e da Pracana (no rio Ocresa), reunindo condições perfeitas para a prática das mais diversas actividades de lazer e desporto. O rio Tejo fornece à região o mais fresco pescado, permitindo uma Gastronomia variada, de onde fazem parte especialidades como a sopa de peixe, a sopa de boda e diversos pratos com sável, lampreia ou enguias.
As Portas do Ródão são igualmente um local privilegiado de observação da avifauna, servindo de habitat à maior colónia de grifos de Portugal, assim como à cegonha-preta ou ao milhafre-real.











7 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente post....
Cumprimentos

Fa menor disse...

Belos sítios!

Bela excursão!

Bjins

Viviana disse...

Olá Hélia

Gostei de ler este belo e instrutivo texto sobre as Portas do Rodão.

Nunca fui lá, mas tenho a ideia de que deve ser mesmo muito bonito.

Um abraço

Desejo-lhe uma excelente semana

Viviana

Baila sem peso disse...

O meu Tejo é sempre lindo!!
Obrigada por este momento de viagem
em que o Rio foi bem vindo! :)

Beijinho e boa semana

Lilá(s) disse...

Portugal tem sitios lindos, é preciso é partir á descoberta.
Bjs

gota de vidro disse...

Que bom passar aqui e aprender....Há muitos anos que não vou para estes lados de Vila Velha de Ródão.

Gostei muito das fotos. Aprende-se sempre com o que escreves.

Agradecida pela tua constante presença no meu blog

Que o resto da semana seja excelente

bjito da gota

Maria Clarinda disse...

Adorei o post, belas as fotos e obrigada pelo tanto que aprendi. Jhs mtos