Almoço na Aroeira

Almoço na Aroeira
Hélia e Milú

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Recordar a nossa Mãe no Dia do Seu Aniversário


Não podemos aceitar
Nem tão pouco acreditar
Que tão repentinamente
E tão cedo nos deixaste
Em tamanho sofrimento!
---
Não, isto é um sonho
Que em breve passará...
E nós vamos esperar
Até ao acordar...
---
Mas o tempo passou
Dia após Dia...
Nós já acordámos
E tu Mãe, não voltaste!
---
Que nos resta agora?
A Saudade e a Dôr...
E em nosso coração
A recordação
Do teu Doce olhar...
---
Oh Mãe , que saudades...
Não há lágrimas que cheguem
Nem palavras que consolem
Tanta Dôr e Mágoa!
---
Do Lugar onde estiveres
Se nos puderes olhar
Dá-nos a tua Fôrça
Para podermos seguir
O Exemplo que nos deste
Neste mundo em que viveste
---
Teus Filhos

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Museu dos coches


Num dia chuvoso da semana passada passei por Belém e lembrei-me de visitar o Museu dos Coches, onde não entrava há mais de 30 anos. Este Museu que segundo li , é um dos mais visitado de Portugal e o mais visitado de Lisboa ( mas não por mim que até sou lisboeta e vivo em Lisboa!,)expõe no ambiente requintado do antigo Picadeiro Real uma excepcional colecção de carruagens! São bonitas estas carruagens e muito bem ornamentadas. Uma boa opção para um dia chuvoso , e para , após a visita , entrar na pastelaria dos Pastéis de Belém , para um café quentinho e um dos famosos pasteis de nata , que não me parecem tão saborosos como os que lá comia na minha infância e juventude.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Álvaro Cunhal (1913-2005)

´Terminou o Congresso do PCP que se realizou no último fim de semana.Durante o Congresso Álvaro Cunhal foi recordado com uma grande salva de palmas.Homenagem justa. Não partilho nem nunca partilhei a ideologia comunista, mas admiro Álvaro Cunhal , que foi um Homem convicto nas suas ideias, que viveu para e em função do Partido, sendo conhecido o seu desapego aos bens materiais, acreditando que estava certo no caminho que traçou e manteve a sua convicção até ao fim... Homem culto, deixou vários livros, alguns publicados com o pseudónimo de Manuel Tiago, entre os quais se destaca "Até amanhã camaradas". Pode-se não concordar com as ideias políticas de Álvaro Cunhal( eu nunca concordei), mas há que separar o político do Homem

sábado, 29 de novembro de 2008

Milhões para salvar Bancos...

Estamos sempre mais ou menos cegos...Como custa tanto arranjar dinheiro numa emergência e, agora, de repente,saltam milhões? Onde estavam?Apareceram para salvar vidas? Não... Apareceram para salvar Bancos!
José Saramago (in TV Guia )

Concordo com o Autor. A cegueira atinge multidões!

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Pousada Flôr da Rosa


No passado fim de semana fui visitar duas lindas vilas alentejanas-Avis e Crato- e almoçámos na Pousada Flôr da Rosa, a 2 km do Crato É linda esta Pousada! Um Castelo, um Convento e o Paço Ducal, todos construídos em distintas épocas, deram origem a uma obra arquitectónica com muita beleza.Nesta Pousada consegue-se respirar em cada recanto , todo o misticismo medieval, uma vez que o antigo Convento-Sede do Prior do Crato , pertenceu à Ordem Religiosa Militar de Malta. Foi um passeio maravilhoso por estas vilas, num dia de Inverno cheio de Sol, em boa companhia , e o almoço foi muito agradável . Um passeio a repetir.

sábado, 18 de outubro de 2008

As Mãos ( Manuel Alegre )


As Mãos
Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema-e são de terra.
Com mãos se faz a guerra -e são a paz.
---
Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas mas
de mãos . E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas .
---
E cravam-se no Tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas .
Folhas que vão no vento : verdes harpas.
---
De mãos é cada flôr cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas
nas tuas mãos começa a liberdade.
Manuel Alegre
Manuel Alegre é um POETA com letra grande e um Político com letra mais pequena , mas são os Poemas que perduram para além da Morte

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Aprender Informática aos 70 anos

Pois é verdade. Tenho 70 anos e comecei a aprender Informática em Novembro de 2003! Até aí , nem sequer sabia como ligar um Computador ! Mas digo-vos, tem sido uma experiência muito agradável , que eu estou a viver nesta recta final da vida.! Estou maravilhada com esta nova tecnologia , que me diverte, me ajuda a passar o tempo e até me faz esquecer a data de nascimento que está registada no meu Bilhete de Identidade. Aconselho todos os velhotes como eu , que ainda não tiveram contacto com Informática, a iniciarem a sua aprendizagem. Acreditem, até se vão sentir um pouco mais novos