Almoço na Aroeira

Almoço na Aroeira
Hélia e Milú

domingo, 25 de outubro de 2009

Flôr Papagaio







Já tinham ouvido falar nesta linda Flôr-a Flôr Papagaio? Eu não ! Soube da sua existência apenas há 2 dias , através de um email. Mas quem já esteve na Tailândia provàvelmente já a viu , pois esta Flôr que parece mesmo um Papagaio, só existe na Tailândia e por ser muito rara é uma espécie protegida, não sendo permitida a sua exportação. Por isso a não ser na Tailândia , só mesmo em fotos é que pode ser admirada. Maravilhosa e surpreendente criação da Natureza ! Vale a pena olhar para ela e se forem à Tailândia , aproveitem para a verem ao natural.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Viagem pela Andalúzia

Almargo-Praça Maior
Pátio das Comédias

Catedral em Baeza


Serra de Casorla

Serra de Casorla


Jaén

Rio Guadalquivir em Córdova

Na semana passada fui a Espanha com um grupo de amigos visitar as Comunidades Autónomas de Castilla-La Mancha ,Andaluzia e Estremadura. Partimos de Lisboa em direcção a Badajoz e seguimos até Almargo, na Província de Ciudad Real, Comunidade Autónoma de Castilla-La-Mancha. Depois de visitar a cidade e antes do jantar, fomos até ao PÁTIO DAS COMÉDIAS , o mais antigo teatro renascentista, onde assistimos a uma pequena peça teatral. Na manhã seguinte continuámos a nossa viagem em direcção à Região Autónoma de Andaluzia e as primeiras cidades a visitar foram Úbeda e Baeza.duas cidades muito bonitas com Igrejas e Palacetes da era Renascentista e terminámos este 2º dia de viagem em Casorla, onde ficámos alojados. O 3ºdia desta agradável viagem foi passado na Serra de Casorla, um dos maiores parques naturais da Europa com uma paisagem maravilhosa e onde podemos observar em liberdade na floresta veados, cabras, javalis, cabras e muito esquilos saltando de árvore em árvore. No dia seguinte continuámos até Jaén,uma das oito Províncias da Comunidade de Andaluzia. É nas montanhas desta Província que nasce o rio Guadalquivir, o maior da Andaluzia e o 4º mais comprido da Península Ibérica, depois do Tejo, do Ebro e do Douro. Esta Província é também a zona onde há a maior plantação de oliveiras de Espanha. Mas ao longo de toda a Andaluzia observamos enormes extensões de oliveiras , que nos proporcionam uma bela paisagem. Depois do almoço nesta cidade seguimos até Córdova, onde fizémos uma breve paragem para continuarmos por Zafra, na Província de Badajoz, Comunidade Autónoma da Estremadura e terminámos a nossa viagem desse dia em Jerez de los Caballeros, onde ficámos alojados. Na manhã do 5º e último dia da nossa viagem e depois de uma visita a esta pequena e pitoresca cidade regressamos por Badajoz a Portugal e parámos em Elvas para almoçar. Depois foi o regresso a Lisboa.




sábado, 11 de julho de 2009

Imbondeiro

Conhecem o Imbondeiro? Quem esteve em África, como eu já estive (há muitos anos, em Luanda _Angola) conhece certamente o Imbondeiro( Baobá-nome científico).É uma das árvores seculares de África,cujo diâmetro pode ultrapassar os 3 metros. O seu fruto é parecido com uma abóbora gigante comprida, é considerado maduro quando está seco e depois de partido o envólucro parte-se e do interior aparecem os grãos cuja parte que o envolve é acridoce. Pode ser simplesmente chupado ou feito em forma de suco .Eu tive ocasião de provar estes grãos e têm um sabor agradável. E porque me lembrei agora do Imbondeiro? Estava a arrumar a estante, quando me surgiu o Livro do “Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry. Ao folheá-lo vi a referência ao imbondeiro , e recordei com saudade o tempo que estive em Angola,( apenas durante um ano), o tempo da minha juventude.Adorei a minha estadia neste país tropical , onde não voltei , mas que recordo com saudade . África tinha para mim uma certa magia

sábado, 28 de março de 2009

Sete Sapatos Sujos

Não podemos entrar na Modernidade com o actual fardo do Preconceito. À porta da Modernidade precissamos de nos descalçar.Eu contei "Sete sapatos sujos",que necessitamos deixar na soleira da porta dos tempos novos. Haverá muitos mais, mas eu tinha que escolher e sete pareceu-me um bom número:
1º Sapato sujo
A ideia de que os Culpados são sempre os Outros.

2º Sapato sujo
A ideia de que o Sucesso não nasce do Trabalho.

3º Sapato sujo
O Preconceito de que quem critica é um Inimigo.

4ºSapato sujo
A ideia de que mudar as Palavras muda a Realidade.

5º Sapato sujo
A vergonha de ser Pobre e o culto das Aparências.

6º Sapato sujo
A Passividade perante as Injustiças.

7º Sapato sujo
A ideia de que para sermos Modernos ,temos que imitar os Outros.

( Texto de Mia Couto , escritor moçambicano , publicado no "Courrier Internacional" de 2 de Abril )