Almoço na Aroeira

Almoço na Aroeira
Hélia e Milú

sábado, 26 de janeiro de 2013





COISAS DO AMOR



Se sentes o rosto corar

E o coração louco bater,

Se tens ânsia de estar

E imperativo de viver

- Isso, são coisas do amor.



Se na escuridão vês beleza

E captas o encanto

Do trinar do rouxinol,

Se te apaixonas tanto

No ocaso, como no nascer do sol

- Isso, são coisas do amor.



Se gostas de ver o regato

A deslizar em cascata

E branco cisne no lago

Por sob o luar de prata,

Se captas raios de luz

Na ramagem colorida,

Se a mensagem de Jesus

É fonte viva de vida

- Isso, são coisas do amor.



Se escutas a melodia

Que te rodeia, na natureza,

Se crês na profecia

De horóscopo ou da sina,

Se gostas de vela acesa

- Isso, são coisas do amor.



Amigo,

Escuta o que te digo:

Se não tiveres o que amas,

Ama, ao menos, o que tens.

Estoico, suporta a dor

De certas coisas do amor

                 Autor--João Coelho dos Santos

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo e que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.E atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. E agradecer a Deus em cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos e saber falar de si mesmo . E ter coragem para ouvir um "Não"e ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. PEDRAS NO CAMINHO ? Guardo todas, um dia vou construir um Castelo Fernando Pessoa